quarta-feira, 30 de junho de 2010

II GUERRA MUNDIAL- O CARGUEIRO BRASILEIRO QUE AFUNDOU UM SUBMARINO DO EIXO

Outubro de 1942. Estava quase amanhecendo. O cargueiro brasileiro Rio Branco navegava sobre águas calmas e sob céu limpo no Mar das Caraíbas, rumo ao porto de New Orleans (Louisiana, EUA), algumas horas após ter deixado para trás as ilhas de São Vicente e Granadinas.

Foto ilustrativa- fonte: http://schnorkel.blogspot.com/2006/01/um-estudo-interpretativo-das-aes-de-um.html
.
.
Manoel de Oliveira, o Imediato, prescrutando de binóculo o horizonte, pensou ter visto algo mais do que a imensidão do mar a bombordo. Firmou mais a vista, e chamou a atenção de seus companheiros para alguma coisa parcialmente submersa que se aproximava vagarosamente. Em seguida, já na marca de 1,6 milhas náuticas de distância, ele conseguiu enquadrar melhor o periscópio e parte da torre de um submarino. Soou o alarme do navio e todos os tripulantes correram a seus postos, enquanto o submarino se colocava em posição de ataque. Era iminente o lançamento de um torpedo contra o "Rio Branco" e, em função disto, não havia tempo a perder. Manoel de Oliveira ordenou uma manobra evasiva rumo a noroeste, expondo somente a popa para o submarino. Não restava mais nenhuma dúvida de que o submersível pertencia às forças do Eixo, uma vez que este lançou-se imediatamente em perseguição ao cargueiro.

À distância de 1,2 milhas náuticas, mais ou menos, mesmo antes de completar a manobra defensiva, o canhão de popa de 75 mm do Rio Branco entrou em ação, disparando um projétil contra o submarino. Depois mais oito projéteis foram atirados.

O submarino alemão submergiu lentamente. Em seguida uma densa nuvem de fumo se desprendeu das ondas onde momentos antes ele estivera.



Os pedidos de socorro (S.O.S.) do cargueiro brasileiro foram captados pela Estação Costeira de Barbados, e uma patrulha das forças aéreas americanas apareceu vinte minutos depois do incidente.

Os aviões americanos detectaram várias manchas de óleo na superfície do oceano, e não restaram dúvidas do afundamento do submarino inimigo pelas granadas dos marinheiros brasileiros.


Sob a proteção da Força Aérea dos Estados Unidos, o Comandante Raymundo Araújo corrigiu a rota e, dias depois, ancorou no porto de New Orleans.

O Vice-Almirante Américo Vieira de Mello, Chefe do Estado Maior da Armada, elogiou os marinheiros responsáveis pelo sucesso da missão, através desta nota, publicada no boletim do Ministério da Marinha:
"De conformidade com o oficio nº 491 (EM. 2), de 1942, o exmo. sr. chefe do Estado Maior, da Armada resolveu elogiar, nominalmente, o 1º sargento Augusto Jonas de Sousa, o cabo Saturnino Dias de Sant'Anna e os marinheiros de 2ª classe Antonio Telles Carvalhal e Antonio Pedro de Lima, pela presteza, energia e eficiência com que agiram no desempenho de seus deveres, no canhão montado no vapor 'Rio Branco', concorrendo, assim, para que esse navio se livrasse do ataque que se tornara iminente por um submarino em águas do Mar dos Caraibas".

Baseado em artigo publicado na Folha da Manhã [de São Paulo, SP], de 29/10/1942.

MUSA DA COPA

Foto (fonte): LazyGirls
.
.
Ela está em vários sites da Copa/2010, e é capaz de provocar- sem querer, querendo- a inveja das próprias colegas de trabalho.
Larissa Riquelme já ganhou, no quesito "a mais solicitada", o troféu para o Paraguay. E pelo jeito ela está sabendo aproveitar o bom momento.
.
Post Scriptum: Larissa ganhou da concorrência sem precisar sair de casa (Assunción/Paraguay). Isto explica, em parte, todo este calor.
E eu pensando que ela estivesse passando frio na África do Sul!
Foto: Andrés Cristaldo/Efe
Posted by Picasa

domingo, 27 de junho de 2010

CALENDÁRIO SENSUAL EM RAIOS-X

Uma agência de propaganda alemã encontrou uma maneira diferente para divulgar os produtos de um fabricante de monitores de imagens para as ciências médicas, ao lançar um calendário [de mulher pelada] que poderia ficar muito bem exposto em uma oficina mecânica, não fosse o fato de pretender mostrar bem mais do que a gente gostaria de ver.
¿Onde foram parar as datas do tal calendário? Eu não sei e não importa, mas as "fotos" da modelo saíram assim:
image

JANUAR

image

FEBRUAR

image

MÄRZ

image

APRIL

image

MAI

image

JUNI

image

JULI

image

AUGUST

image

SEPTEMBER

image

OKTOBER

image

NOVEMBER

image

DEZEMBER

image

AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ- LENINE

Daniel, o personagem de Roberto Bomtempo em "A História de Ana Raio & Zé Trovão"- novela produzida em 1990/1991 pela extinta TV Manchete, e que está sendo reapresentada pelo SBT- adequou-se perfeitamente ao tema sonoro que lhe foi designado.
Lenine compôs esta obra-prima (o áudio) que eu só lembrei que existia porque 'inda estes dias andei dando uma espiada na novela.
Edição de imagens: Wellissone
Fonte: YouTube/Wellissone


44 ANOS DEPOIS...

1966, 30 de julho. O árbitro suíço Gottfried Dienst, foi consultar seu auxiliar de linha, o soviético do Azerbaijão, Tofik Bakhramov, quando a bola vermelha, arrematada [Geoff] Hurst, da Inglaterra, já na prorrogação contra a Alemanha, no jogo final da Copa do Mundo de 1966, bateu na face inferior do travessão e no chão, exatamente sobre a linha do gol, subiu e continuou em jogo. O zagueiro alemão [Wolfgang] Weber, na seqüência, cabeceou a "Special Edition"- nome da bola daquela Copa- para escanteio.

- "Goal."- foi o veredictum da arbitragem.
Foto: Associated Press

2010, 27 de junho. O árbitro uruguaio Jorge Larrionda e seus auxiliares nem se preocuparam em avaliar a reclamação da seleção inglesa sobre esta bola chutada pelo seu meio-campista [Frank] Lampard. A Jabulani bateu [também] na face inferior do travessão e no chão, só que [uns 40 cm] além da linha do gol da Alemanha. Desta vez seria legítimo o "goal" da Inglaterra.

Jorge Larrionda, [mal] aconselhado pelos fantasmas de Dienst e Bakhramov- que consideraram ser essa a sua oportunidade de fugirem do purgatório- preferiu ignorar a gritaria dos ingleses.
Dienst e Bakhramov, suspiraram aliviados e libertaram, naquele instante, suas almas.
Foto: Jewel Samad- Associated France Press
Posted by Picasa

sexta-feira, 25 de junho de 2010

HAJA CORAÇÃO, GALVÃO!

Ver a seleção brasileira jogar sem Kaká e sem Robinho, sem Elano [e sem Ronaldinho Gaúcho, Adriano, Ganso e Pato], foi difícil no jogo contra Portugal.

Para mim, errou [lá na convocação] o técnico Carlos Verri, quando desprezou alguns craques e preferiu arriscar "morrer abraçado" com alguns personagens bíblicos, tais como:
  • Josué, o sucessor de Moisés que conduziu o povo hebreu (ou judeu, ou israelita) para a terra prometida;
  • Júlio Batista, que é o mesmo João Batista, que resolveu disfarçar o primeiro nome para não parecer tão velho, mas que é aquele profeta considerado o precursor do Messias (Jesus Cristo);
  • Felipe [Melo], o quinto apóstolo na hierarquia de Cristo, que esteve presente na multiplicação dos pães e na última ceia, e que é muito amigo do Judas Iscariotes- o Dunga que se cuide.
Ele poderia ter apostado, pelo menos, no Ronaldo Gaúcho, mas [todo mundo, aqui no Brasil, imagina que] o orgulho ferido falou mais alto (vide vídeo, abaixo).

Já está visto que o hexa vai depender bastante da ruindade dos nossos adversários, ainda que esteja difícil fazer gols até nos times ruins. Eles (os tais times ruins de doer) não fazem gol em ninguém, mas se fecham de tal forma que é quase impossível vencer-lhes o bloqueio.

Porém, justamente por causa da ruindade alheia, penso que ainda dá para apostar no Brasil que, de todos, ainda é o menos pior. Meu único receio são os jogos que [por azar ou mesmo incompetência do time e/ou trapalhadas da arbitragem] terminem indo para os pênalties. Aí é preciso concordar com o Galvão Bueno: "Haja coração!"

Vai dar Brasil?

LIBERATIO- KRYPTERIA

2004, 26 de dezembro. Um maremoto (tsunami) atingiu a Ásia e a costa leste da África, onde cerca de trezentas mil pessoas morreram.
A banda alemã Krypteria, motivada por esse triste episódio, gravou "Liberatio" para uma emissora de televisão do país.
Fonte: YouTube

Captivitas desperatio
Pugnacitas dicio
Miseria dominatio
Tristitia formido (Chor: servitium et timor)
Victoria reverentia, magna via
Liberatio speramus,
Liberatio optamus
Gaudiamus redemptionem
Liberatio vobiscum
Liberatio nobiscum
Celebramus felicitatem
Sodalitas gratulatio,
audatia gaudium
Festivitas fides libertas
Felicitas dignitas (Chor: concordia et amor)
Victoria reverentia, magna via
Liberatio speramus
Liberatio optamus
Gaudiamus redemptionem
Liberatio vobiscum
Liberatio nobiscum
Celebramus felicitatem
Viva reverentia, viva fides libertas
viva magnificentia, viva cura
Liberatio speramus
Liberatio optamus
Gaudiamus redemptionem
Liberatio vobiscum
Liberatio nobiscum
Celebramus felicitatem

quarta-feira, 23 de junho de 2010

UM TIME DE BRAVOS

Foto: Associated France Press

Parece briga generalizada. Alguma coisa generalizada dá para ver que é, mas esta montanha humana na verdade exprime, num desabafo de euforia, a tensão acumulada por mais de 90 minutos. O goal de Donovan, contra a Argélia, aos 46 minutos do segundo tempo mudou, num instante, a história da Copa 2010 e a trajetória dos Estados Unidos na competição. Vitória merecida de um time de bravos que não desiste nunca. Este é "carne de pescoço" para os adversários daqui para frente.
Posted by Picasa

terça-feira, 22 de junho de 2010

POTENCIALMENTE E REALMENTE


Colaboração: Vagner Santos


O pai estava vendo televisão tranqüilamente, quando o filho, que brincava em sua frente, surge com uma pergunta:

- Pai, qual é a diferença entre "potencialmente" e "realmente"?

O pai pensa um pouco e responde:

- Filho, faz o seguinte: primeiro, pergunta à tua mãe se por 1 milhão de dólares ela faria amor com o Richard Gere; depois, pergunta à tua irmã se por 1 milhão de dólares ela faria amor com Brad Pitt; e, finalmente, pergunta ao teu irmão se por 1 milhão de dólares ele faria amor com o Tom Cruise.
Quando me trouxeres as respostas, eu te explico a diferença entre "potencialmente" e "realmente".

Horas depois, o filho voltou e descreveu ao pai as respostas:

- A mãe disse que nunca pensou em te trair, mas que por 1 milhão de dólares, e com o Richard Gere, ela não pensaria duas vezes; a mana respondeu que seriam dois sonhos realizados de uma só vez- dar uma com o Brad Pitt e ainda por cima ficar milionária; e o mano disse que por 1 milhão de dólares faria amor até com o Lula, quanto mais com o Tom Cruise!

Então o pai respondeu:

- Pois é isso, meu filho! POTENCIALMENTE, a nossa família tem condições de ganhar 3 milhões de dólares, mas REALMENTE o que temos, são duas putas e um veado.

domingo, 20 de junho de 2010

VUVUZELA

Colaboração: Cândido Arthur Camargo de Borba

A MALDIÇÃO DA JABULANI

A maldição da Jabulani que anda preocupando técnicos e jogadores nesta Copa, é a desculpa pronta das 31 seleções que não vão comemorar, no dia 11 de julho de 2010, a conquista da Taça FIFA.
A qualidade técnica de, pelo menos umas 28 seleções, está muito abaixo do que se esperava e, em função disto a Jabulani ainda vai maltratar muitos desses caras metidos a boleiros. Preventivamente, o Cid Moreira interpretou [e gravou] várias entonações para os efeitos que a gente já viu [e ainda vai ver] da tal maldição.
No vídeo abaixo (último lance do jogo Espanha 0 x 1 Suíça), uma demonstração ao vivo.

ELANO

Quase chorei de raiva e tristeza, imaginando que o cara estava fora da Copa, depois da entrada p'ra lá de desleal de Ismael Tioté, o 9 da Costa do Marfim.
O próprio Elano, em uma entrevista para a Rede Globo, me devolveu a tranquilidade.
Foto: Thiago Correia

Do site da Globo: "Na comemoração [do seu gol], o camisa 7 da seleção brasileira mostrou o nome de suas duas herdeiras grafados em suas caneleiras. Até por isso ele disse que foram elas que o protegeram no lance com Tioté, pouco depois de marcar o terceiro gol. Elano deixou o campo sem conseguir pisar e com dores na canela e no tornozelo direito.
- 'As minhas filhas me salvaram. A caneleira estava ali. Graças a Deus não foi nada muito grave' – comentou o meia depois da partida."

sexta-feira, 18 de junho de 2010

PINTEI MEU CARRO

Quando a norte-americana Jill Bell, de Gaithersburg, Maryland, USA, se deu conta que o seu carro, um Saturn, ano 93, estava com um profundo arranhão, pensou em pintar um band-aid em cima da "ferida", o que serviria para proteger a lataria da chuva e da neve do inverno de 2006 que se aproximava. Então pintou o tal band-aid com esmalte de unha. Após o inverno percebeu que o arranhão tratado a esmalte de unha não havia sofrido os efeitos da ferrugem. Então resolveu que pintaria todo o carro dessa forma. Expôs a idéia às suas amigas e a algumas senhoras da sua igreja e começou a receber doações. Conseguiu juntar esmalte suficiente para pintar [& bordar] o veículo inteiro. Cerca de 250 vidros de esmalte de cores diversas, aliados à paciência e criatividade de Jill, que trabalhou durante 13 meses (de setembro/2007 a outubro/2008), produziram o resultado que pode ser comprovado abaixo.
Foto: Bill Ryan- The Gazette
Posted by Picasa

ALGO EM COMUM

Qualquer semelhança não parece ser mera coincidência, mas é.
À esquerda, Messi, meia-atacante argentino, considerado por muitos como sucessor de Maradona, enfrenta três defensores da Coréia do Sul (Copa/2010, 17 de junho); à direita, seis assustados jogadores belgas tentam bloquear, em vão, a genialidade de Maradona (Copa/1986, 25 de junho).
Fica aqui o registro que, pelo menos, alguma coisa Messi e Maradona podem ter em comum, porém Messi vai precisar correr muito para chegar um pouco mais perto do que representou Maradona para o futebol da Argentina.
Fotos: Getty Images
Posted by Picasa

quinta-feira, 17 de junho de 2010

SMART

Este é o Smart, o menor carro que eu já vi. É possível que seja menor do que uma romiseta.
Ele chama a atenção por ser, por enquanto, o único mini-automóvel do gênero a desfilar pelo centro e arredores da cidade de Pelotas [RS].
Eu o encontrei, por acaso, 'inda estes dias, num dos campi da Universidade Federal de Pelotas, e registrei estas fotos aí. O dono que me desculpe ou me xingue, mas não resisti à novidade tão próxima.
Posted by Picasa

terça-feira, 15 de junho de 2010

A ESTREIA DO BRASIL

As estreias do Brasil nesta Copa e na de 1970 foram com vitórias, mas vendo a seleção de 2010 jogar, dá saudade da outra de 40 anos atrás.
Brasil, 4; Tchecoslováquia (República Tcheca + Eslováquia), 1, foi o placar.
Dia: 03/06/1970;
Local: Estádio Jalisco, em Guadalajara, Jalisco, México;
Público: 52.000 pessoas.

terça-feira, 1 de junho de 2010

NUMERAÇÃO DA SELEÇÃO NA COPA/ 2010

Os números nas camisas dos jogadores do Brasil
1 - Júlio César; 2 - Maicon; 3 - Lúcio; 4 - Juan; 5 - Felipe Melo; 6 - Michel Bastos; 7 - Elano; 8 - Gilberto Silva; 9 - Luís Fabiano; 10 - Kaká; 11 - Robinho; 12 - Gomes; 13 - Daniel Alves; 14 - Luisão; 15 - Thiago Silva; 16 - Gilberto; 17 - Josué; 18 - Ramires; 19 - Júlio Baptista; 20 - Kleberson; 21 - Nilmar; 22 - Doni; 23 - Grafite.

Esta é a numeração do Brasil para a Copa do Mundo/ 2010. Em princípio os que têm os números de 1 a 11 carimbados nas camisas são os titulares. Mas um fato curioso e corriqueiro me vêm à mente nesta hora: eu não lembro de ter visto [em copas do mundo], pelo menos até o início do terceiro jogo, a manutenção [por parte da seleção brasileira] da formação titular original, aqueles que foram inscritos com os números de 1 a 11. Normalmente o que a gente vê são, pelo menos, uns dois jogadores que inicialmente, na idéia do técnico, são reservas, mas que acabam [pelos motivos mais diversos] assumindo a vaga de titulares, e seguem assim até o final. Pelo histórico que temos, é possível que o time titular do Brasil, após o primeiro ou segundo jogo, não apareça assim, com a numeração tão certinha. Mas esta questão de números em camisetas é irrelevante e só serve mesmo como curiosidade.

E Não me referi a seleções de outros países porque essas adotam critérios diferenciados para definir a numeração de cada atleta. A seleção da Holanda, por exemplo, em 1974, não seguiu a ordem de posições e de titularidade para definir os números das camisas dos jogadores. O critério foi a ordem alfabética dos sobrenomes dos caras. Uma exceção, porém, ocorreu: o craque Johan Cruijff pode escolher o número da sua camisa; ele preferiu o número 14 e foi atendido pela comissão técnica.

No
link, os números dos jogadores da seleção brasileira de 1958 a 2006.

ALL THE LOVERS- KYLIE MINOGUE

DUPLICAÇÃO DA BR-392

A duplicação da BR-392 (entre Pelotas e Rio Grande) continua, em marcha acelerada em alguns trechos, em ritmo mais lento em outros, e nem começou na maioria do trajeto. Se os governos municipais (Pelotas e Rio Grande), estadual e federal tivessem se mobilizado mais cedo, digamos [por exemplo], já no primeiro ano do primeiro mandato do Presidente Lula (2003/2006), a esta altura já estaria tudo pronto. Nem 1/8 da obra vai estar concluído no final de 2010.
A gente sabe que político faz essas coisas de propósito, para tentar "amarrar" o eleitor. A garantia para a manutenção do ritmo dos trabalhos, mais ou menos na velocidade em que vem vindo o trabalhador de traje laranja (lembrando as cores da seleção holandesa- a Copa vem aí), em tese, é Dilma. Em dezembro Lula vai embora e, se o seu lado perder as eleições, não duvido que a tal duplicação comece a andar a passos mais lentos até estacionar [antes mesmo de chegar] no meio do caminho.
Isto tudo é só teoria, e pode não ser bem assim, mas eu não confio em ninguém com mais de 30 anos.
Posted by Picasa