quarta-feira, 29 de setembro de 2010

MARILYN NO CANADÁ

Esta faz parte de uma coleção de 100 fotos inéditas de Marilyn Monroe, lançadas recentemente em um livro chamado "Marilyn: August 1953".

John Vachon fotografou Marilyn para a revista "Look", em Alberta, no Canadá, em 1953, onde ela estava filmando [com Robert Mitchum] "River of No Return" (O Rio das Almas Perdidas), um farwest que seria lançado no ano seguinte.

The Estate of John Vachon/Dover Publications/Reuters
Posted by Picasa

VENTO NEGRO- KLEITON & KLEDIR E VÍTOR RAMIL

Não é propaganda política, mas "Vento Negro", que apresento aqui, é de José Alberto Fogaça, candidato a governador do RS nas eleições de 2010. A música fez sucesso como tema de abertura do programa Porto Visão, exibido [de segunda à sábado, ao meio-dia] na TV Difusora de Porto Alegre, lá pela segunda metade da década de 1970.

Kleiton e Kledir, à época do lançamento do single, não eram "Kleiton & Kledir". Eles faziam parte do grupo "Os Almôndegas", uma tremenda banda de rock formada, ao longo da sua existência, por Gilnei Silveira, João Batista, Zé Flávio, Kleiton Ramil, Kledir Ramil, Quico Castro Neves, Fernando Pesão e Pery Souza, o fundador.

O PORTÃO

Peças de automóveis, bicicletas e motocicletas, partes de ferramentas e máquinas de costura, e outros artefatos de ferro, aço ou metais soldáveis, serviram como matéria-prima para a obtenção deste portão. Criatividade não faltou para o artista que transformou o que era inútil em algo útil e, dependendo do ponto de vista de cada um, agradável.

De qualquer modo o portão de sucata desperta, no mínimo, a curiosidade de quem passa na Rua Santos Dumont [entre Uruguai e Almirante Tamandaré], em Pelotas, RS.
Posted by Picasa

O REAGGE DA MALLU

Mallu Magalhães tem só 17 anos, mas não fica devendo talento p'ra ninguém. Compõe, canta [em português, inglês e francês], toca violão, gaita, piano, escaleta, cria moda, desenha e pinta.

FUTEBOL DEPOIS DOS 40

Colaboração: Vagner Pereira
video

terça-feira, 28 de setembro de 2010

BRIGITTE BARDOT

Brigitte [Anne-Marie] Bardot (Paris, 28/09/1934) é uma atriz e cantora francesa. Ela ficou conhecida mundialmente por suas iniciais BB, e foi considerada o grande símbolo sexual dos anos 1960/1970.

Brigitte estreou no cinema aos 17 anos no filme Le Trou Normand (1952). Em seguida casou-se com o cineasta, produtor e roteirista Roger Vadim. Para saber mais a respeito dos casamentos de BB, visite http://www.brigittebardot.com/

Dizem que os americanos torceram o nariz diante do perfil erótico de BB, e acharam melhor [para as aparências moralistas de Hollywood] não dar asas à carreira dela nos Estados Unidos. De qualquer forma ela se tornou a mais famosa atriz européia nos Estados Unidos, e permanecer na França foi até melhor para a sua imagem.

Nos anos 60, quando Londres e Paris passaram a comandar as tendências da moda e comportamentos, Brigitte Bardot foi eleita a deusa sexual da década. Comentários da imprensa da época consideravam-na "mais importante para a balança comercial francesa que as exportações da indústria automobilística do país".

Em 1973, após mais de 50 trabalhos, entre filmes e discos, Brigitte achou que já estava na hora de encerrar a carreira. Então resolveu aproveitar a sua fama para engajar-se na luta pelos direitos dos bichos, e em 1986 criou, para esta finalidade, a Fondation Brigitte-Bardot, declarada de utilidade pública pelo governo francês em 1992.

Filmografia:
  • L'Histoire Très Bonne Et Très Joyeuse de Colinot Trousse-Chemise
de Nina Companeez- 1973
personagem: Arabelle

  • Don Juan ou Si Don Juan Était Une Femme...
de Roger Vadim- 1973
personagem: Jeanne

  • Boulevard Du Rhum
de Robert Enrico - 1971
personagem: Linda Larue

  • Les Pétroleuses
de Christian-Jaque- 1971
personagem: Louise
  • L'Ours Et La Poupée
de Michel Deville- 1970
personagem: Félicia
  • Les Novices
de Guy Casaril- 1970
personagem: Agnès
  • Les Femmes
de Jean Aurel- 1969
personagem: Clara

  • Shalako
de Edward Dmytryk- 1968
personagem: Comtesse Irini Lazaar
  • Histoires Extraordinaires
de Federico Fellini, Louis Malle, Roger Vadim- 1968
personagem: Giuseppina ("William Wilson")
  • A Coeur Joie
de Serge Bourguignon- 1967
personagem: Cécile
  • Masculin, Féminin
de Jean-Luc Godard- 1966
personagem: La femme dans le couple
  • Viva Maria!
de Louis Malle- 1965
personagem: Maria II
  • Chère Brigitte
de Henry Koster- 1965
personagem: BB
  • Le Mépris
de Jean-Luc Godard- 1963
personagem: Camille Javal
  • Paparazzi
de Jacques Rozier- 1963
personagem: BB
  • Une Ravissante Idiote
de Edouard Molinaro- 1963
personagem: Penelope Lightfeather
  • Le Repos Du Guerrier
de Roger Vadim- 1962
personagem: Geneviève
  • La Bride Sur Le Cou
de Roger Vadim, Jean Aurel- 1961
personagem: Sophie

  • Amours Célébres
de Michel Boisrond- 1961
personagem: Agnès Bernauer ('Agnes Bernauer')
  • Vie Privée
de Louis Malle- 1961
personagem: Jill
  • La Vérité
de Henri-Georges Clouzot- 1960
personagem: Dominique Marceau
  • Babette S'en Va-t-en Guerre
de Christian-Jaque- 1959
personagem: Babette
  • Voulez-Vous Danser Avec Moi?
de Michel Boisrond- 1959
personagem: Virginie Dandieu
  • Le Testament d'Orphée
de Jean Cocteau, Jacques Pinoteau - 1959
personagem: BB

  • En Cas de Malheur
de Claude Autant-Lara - 1958
personagem: Yvette Maudet
  • Les Bijoutiers du Clair de Lune
de Roger Vadim- 1958
personagem: Ursula
  • La Femme Et Le Pantin
de Julien Duvivier- 1958
personagem: Eva
  • Une Parisienne
de Michel Boisrond- 1957
personagem: Brigitte Laurier
  • Et Dieu... Créa La Femme
de Roger Vadim- 1956
personagem: Juliette Hardy
  • Cette Sacrée Gamine
de Michel Boisrond- 1956
personagem: Brigitte Latour
  • En Effeuillant La Marguerite
de Marc Allégret- 1956
personagem: Agnès Dumont

  • Hélène de Troie
de Robert Wise- 1956
personagem: Andraste
  • La Mariée Est Trop Belle
de Pierre Gaspard-Huit- 1956
personagem: Chouchou
  • Les Week-Ends de Néron
de Steno- 1956
personagem: Poppée
  • Les Grandes Manoeuvres
de René Clair- 1955
personagem: Lucie
  • Rendez-Vous A Rio
de Ralph Thomas- 1955
  • Futures Vedettes
de Marc Allégret- 1955
personagem: Sophie
  • La Lumière d'en Face
de Georges Lacombe- 1955
personagem: Olivia Marceau
  • Un Acte d'Amour
de Anatole Litvak- 1954
personagem: Mimi
  • Le Fils de Caroline Chérie
de Jean Devaivre- 1954
personagem: Pilar d'Aranda
  • Le Portrait de Son Père
de André Berthomieu- 1953
personagem: Domino
  • Si Versailles m'Était Conté...
de Sacha Guitry- 1953
personagem: Mlle de Rosille
  • Le Trou Normand
de Jean Boyer- 1952
personagem: Javotte Lemoine


BONEY M

Maizie Williams e Bobby Farrell, das Índias Ocidentais, e Liz Mitchell e Marcia Barrett, da Jamaica, formaram o Boney M original, que não passou despercebido durante os anos 70, emplacando sucessos como estes aí:
  • Rivers of Babylon;
  • Daddy Cool;
  • Ma Baker;
  • Rasputin.

sábado, 25 de setembro de 2010

JOVENS TALENTOS I

2010, 31 de julho. Apresentação, ao vivo, de Nathalia Bacci (16) em "Jovens Talentos", no Programa Raul Gil- SBT.

THE ONLY EXCEPTION- Nathalia Bacci
Josh Farro/Hayley Williams
video
YouTube/Sandronotz

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

¿ESTA SERVE?

video

DA EXPANSÃO PANGERMANISTA AO RACISMO NO SUL DO BRASIL

1937. A Alemanha acelera a sua campanha nacional-socialista internacional. No Brasil uma intensa atividade, perfeitamente organizada, passa a ser desenvolvida por alemães aqui radicados, descendentes de alemães e simpatizantes da causa nazista.
Mapa da América do Sul, apontando [em cor mais escura] os territórios que passariam a ser Protetorados da Alemanha em 1950.

O plano de Hitler baseava-se na visão de expansão pangermanista de Otto Richard Tannenberg, publicada em 1911, em seu livro Gross-Deutschland, Die Arbeit des XX Jahrhundetrs (A Grande Alemanha, A Obra do Século XX). Essas idéias, por sua vez, tinham origens ainda mais remotas.

Depois da guerra franco-prussiana de 1870 um movimento intelectual começou a ser ensaiado em prol da expansão germânica na Europa, e pelo que se sabe, em 1895, um misterioso folheto, sem assinatura, foi publicado com o apoio da Alldeutscher Verband (União Pangermânica), uma poderosa associação baseada na Alemanha. Seu título já dava uma indicação da sua finalidade: Gross-Deutschland und Mitteleuropa um das Jahr 1950 (A Grande Alemanha e a Europa Central em 1950). Na verdade o plano de expansão germânica não se limitava à Europa, e como já foi possível deduzir aqui, a idéia expansionista não surgiu de uma hora para outra, nem foi gerada pelo Nazismo. O Chile, o sul da Bolívia, o Paraguay, a Argentina, o Uruguay, e o sul e parte do sudeste do Brasil estavam na mira da Alemanha, "onde a cultura alemã domina"- diziam.
Segundo Tannenberg, a idéia inicial era fixar na América do Sul cidadãos alemães que iriam se dedicar à agricultura. "O Chile e a Argentina conservarão a sua língua e a sua economia. Mas exigiremos que, nas escolas, o alemão seja considerado como a segunda língua. O sul do Brasil, o Paraguay e o Uruguay são regiões de cultura alemã: ali o alemão será a língua nacional".

O Brasil e a Argentina, principalmente, estavam destinados a ser os principais protetorados alemães da América do Sul. Assim, quando Hitler chegou ao poder, em 1933, encontrou tudo preparado pelos seu antecessores, inclusive as bases para o amplo rearmamento da Alemanha, em desacato às fortes imposições do Tratado de Versalhes (1919).

No Rio Grande do Sul a expansão da propaganda nazista começou a causar incômodos, uma vez que o racismo, adormecido desde os tempos da escravatura, voltava a se manifestar com freqüência através impedimentos ou de frases e expressões depreciativas dirigidos direta ou indiretamente a judeus, mestiços e negros. Essas impropriedades eram oriundas da teoria da superioridade da raça ariana, que germinava pelas bandas do sul do país.
Desfile da Juventude Hitlerista na Praça da Alfândega, em Porto Alegre (1937)

A partir de 1939, no entanto, quando foram proibidas as atividades nazistas no Brasil, houve quem confundisse nazismo com luteranismo, e todos os alemães e seus descendentes, praticantes religiosos que aqui viviam, passaram a ser considerados suspeitos de conspiração, ficando, muitas vezes sem saber, sob vigilância policial. Alguns foram, injustamente, presos e até mortos em função desses radicalismos. A essa altura, o preconceito já havia mudado de lado, enveredando por um perigoso caminho.

Com o fim da guerra, o Brasil, representado [nesse caso] principalmente pela região sul, a qual reúne grande parte da colonia alemã e seus descendentes, foi retornando, aos poucos, à sua condição de país livre do preconceito racial, e nos dias de hoje, excetuando-se doentios casos isolados, manifestações de cunho racista não mais fazem parte do convívio popular.


. Baseado na publicação "A 5ª Coluna no Brasil- A Conspiração Nazi no Rio Grande do Sul", Aurélio da Silva Py. 1942. Livraria do Globo, Porto Alegre, RS.
. Origem da foto: mesma fonte anterior.
. Figura: extraída da publicação de O.R. Tannenberg, Gross-Deutschland (1911).
Posted by Picasa

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

BR-392- TRECHO RIO GRANDE/PELOTAS

Ainda vai demorar para ser concluída, mas está em andamento a duplicação da BR-392, entre Pelotas e Rio Grande.
Quem passa ao largo, em determinados pontos vê centenas de "etiquetas" encravadas no aterro de reforço do sub-leito da estrada, a pequenas distâncias umas das outras. Quem não é do ramo ou é, mas trabalhou na área em tempos remotos, fica se perguntando: O que seria aquilo?

E quem chega mais perto é capaz de descobrir que as tais "etiquetas" na verdade são drenos fibroquímicos, constituídos de um núcleo de polietileno de alta densidade, que têm pequenas paredes verticais nas duas faces, formando [dos dois lados] pequenos canais. Esse núcleo é revestido por um tecido de fibra sintética que funciona como filtro e separador, deixando somente a água penetrar ali. Os, também chamados, geodrenos verticais são fabricados em faixas extensas (e por isto se vê vários rolos desse material ao longo do trajeto da duplicação da estrada) de larguras igual a 100 mm e espessura de 2,8 mm, e têm o objetivo de remover a água do subsolo, tornando mais densa a camada de argila mole onde vai ser assentada a sub-base da rodovia. Isto substitui os antigos drenos verticais de areia, que serviam para o mesmo propósito.
Essa técnica, porém, é mais eficiente [do que os antigos drenos de areia] para acelerar o processo de recalque (acomodação) de construções executadas sobre terrenos moles. A água, captada pelo dreno é conduzida através dos finos canais do dreno [por capilaridade] até a superfície do terreno, de onde é escoada [para fora do leito da rodovia] através de uma camada geodrenante horizontal provisória.

O método utilizado para uso desse material é a cravação desses drenos flexíveis através de uma máquina provida de uma torre [que tem uma lança metálica de cravação] com altura adequada à profundidade a ser atingida pelo geodreno. Depois de cravado, o geodreno é cortado um pouco acima da superfície do solo. É por isto que se vê aquelas marcações, que de longe, parecem umas etiquetas marcando locais específicos da base da estrada.


Abaixo, um flagrante da execução de processo semelhante ao da BR-392.
video
Fontes: DNIT; Engepol
Figuras: Solotrat

TUG OF WAR- PAUL MCCARTNEY

Ofuscado pelo sucesso imediato de Ebony & Ivory, um dueto com Stevie Wonder, o clip da música Tug of War, que dá título ao álbum de Paul McCartney, lançado em 1982, sempre volta às minhas lembranças.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

WE NO SPEAK AMERICANO

Fred Astaire, Ginger Rogers e Gene Kelly poderiam ter pensado nisto. Com certeza fariam sucesso em mesas de bares e restaurantes requintados, sem precisarem levantar da cadeira.
video

SPANISH EYES- MADONNA


ÁUDIO

I know for sure his heart is here with me
Though I wish him back, I know he cannot see
My hands trembling, I know he hears me sing

I light this candle and watch it throw
Tears on my pillow
And if there is a Christ, he'll come tonight
To pray for Spanish eyes
And if I have nothing left to show
Tears on my pillow
What kind of life is this if God exists
Then help me pray for Spanish eyes

He had to fight like all the rest
In the barrio all the streets are paved with fear
I don't understand; at least he was a man

How many lives will they have to take?
How much heartache?
How many suns will they have to burn?
Spanish eyes
When will they ever learn?

You were not the Maravilla in our minds
We were proud to fight but we cannot win this blind
Stand your guns against the wall
Who's next in line to fall

Tus lagrimas de tristeza
No me dejan olvidarte
Your tears of sadness
Will not let me forget you


SPANISH EYES- Madonna
Madonna, Patrick Leonard

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O JARDIM DE ANETE

2010, 20 de setembro. O processo ainda não está concluído, mas, aos poucos, ela vai fazendo e aprendendo. E já conseguiu muita coisa ao retirar daí um amontoado de tábuas velhas e entulho de construção, imaginando transformar o espaço num jardim.
Posted by Picasa

OS VIZINHOS SE DIVERTEM

2010, 17 de setembro. Nas reuniões de condomínio a gente [deveria ir, mas] não vai, porém, o aniversário de quaisquer destes aí é motivo para uma festinha de última hora. Elaine, a aniversariante da vez, recém havia chegado do trabalho, mas tirou de letra o cansaço e comemorou a data como manda o figurino. O cardápio foi um rodízio interminável de bifes na chapa (disco de arado), acompanhado de bebidas variadas. Nosso amigo Marco foi o chef de cuisine.
Posted by Picasa

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

TRÊS UTILIDADES ESCONDIDAS EM SEU CELULAR

Colaboração: Danielle C. de Lima
Emergência I
O número universal de emergência para celular é 112.
Se você estiver fora da área de cobertura de sua operadora e tiver alguma emergência, disque 112 e o celular irá procurar conexão com qualquer operadora possível para enviar o número de emergência para você, e o mais interessante é que o número 112 pode ser digitado mesmo se o teclado estiver travado. Experimente!

Emergência II
Vamos imaginar que a bateria do seu celular esteja fraca. Para ativar, pressione as teclas: *3370#
Seu celular irá acionar a reserva e você terá de volta 50% de sua bateria. Essa reserva será recarregada na próxima vez que você carregar a bateria.

Emergência III
Para conhecer o número de série do seu celular, pressione os seguintes dígitos: *#06#
Um código de 15 dígitos aparecerá. Esse número é único. Anote e guarde em algum lugar seguro. Se seu celular for roubado, ligue para sua operadora e dê esse código. Assim eles conseguirão bloquear seu celular e o ladrão não conseguirá usá-lo de forma alguma. Talvez você fique sem o seu celular, mas pelo menos saberá que ninguém mais poderá usá-lo.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

SEUS VIZINHOS-ZUMBIS

Eles não dormem à noite; você também não. Eles não sugam seu sangue, nem sua energia, mas invadem seu quarto com BNIs (barulhos não identificados), que batem cada vez mais alto nos seus ouvidos, à medida que a madrugada avança. Sem saber, eles boicotam seu sono não permitindo o descanso, nem a recuperação das suas forças perdidas em um dia inteiro de trabalho.
De manhã você pensa que está acordando, mas na verdade nem dormiu. Por isso se sente cansado, mais cansado do que antes, e tudo vai se repetir à noite seguinte.

ENERGIA QUE VEM DA LAMA

2010. Um convênio assinado entre o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e a Fundação Universidade do Rio Grande (FURG), incentiva um projeto pioneiro de gerar energia elétrica por bioconversão a partir da lama retirada dos canais de acesso ao porto do Rio Grande.

O trabalho, vinculado ao Laboratório de Controle de Poluição da Escola de Química e Alimentos (EQA), está sendo desenvolvido pelos pesquisadores e professores da FURG Christiane Saraiva Ogrodowski e Fabrício Santana, e visa criar uma usina com capacidade para gerar energia elétrica suficiente para abastecer uma cidade com um milhão de habitantes. A economia prevista, quando a usina chegar à sua capacidade máxima de produção, é de até R$ 6 bilhões em cinco anos.

O processo consiste em captar o material dragado nos canais de acesso ao porto e, com o auxílio de um hidrociclone, separar e descartar o material inerte, usando-se o material orgânico, que contém grandes quantidades de ferro e de enxofre, como doador de elétrons. Este é ligado a eletrodos que captam os elétrons, produzindo a eletricidade.

Os recursos para a realização plena do projeto virão do Governo Estadual (R$ 300 mil), do porto do Rio Grande (R$ 60 mil) e da própria FURG, que estima um custo final de R$ 640 mil.

Fonte: Alan Bastos- Assessoria de Comunicação Social/Porto do Rio Grande.

BEM ANTES DA FAMA

Tente adivinhar quem é esta celebridade.

Agora já dá para, ao menos, imaginar.
O nome dela, de verdade, é Stefani Joanne Angelina Germanotta.

Ainda não descobriu? Então siga o link.
Posted by Picasa

terça-feira, 14 de setembro de 2010

ESCAPANDO POR UM TRIZ

As cenas desta edição são reais. É possível que algumas pessoas que delas participaram, tenham, de propósito, arriscado suas vidas. De qualquer forma isto nos dá uma idéia da diferença entre estar [ou não estar] num ou noutro lugar em uma fração de segundo, em quaisquer situações dinâmicas da vida.
video
Colaboração: Werner Beck

O BURACO NEGRO

Colaboração: Lu Costa
video

¿ABLAS ESPAÑOL?

Colaboração: Lu Costa

Para aqueles que dizem que Espanhol é fácil, quase igual ao Português.

Traduza a frase abaixo:

"LA VIEN UN TARADO PELADO, COM SU SACO EN LAS MANOS, CORRIENDO DETRAZ DE LA BUSETA, PARA COMIR PORRO Y CHUPAR PINTÓN."





- Traduziu? Acertou? Tem certeza?


Veja abaixo a tradução correta:

”LÁ VEM UM HOMEM LOUCO CARECA, COM SEU PALETÓ NAS MÃOS, CORRENDO ATRÁS DO MICRO-ÔNIBUS, PRA COMER CHURROS E BEBER CACHAÇA.”

- Pois é, além de não saber espanhol, você só pensa besteira.

TOYOTA

Colaboração: Lu Costa
video

O FIGURINO DA LADY GAGA

2010, 12 de setembro- MTV Video Music Awards. O modelo original do vestido era um pouco diferente. O estilo à moda farrapos que se nota na parte de trás foi causado por um acidente de percurso. Os cachorros de rua não resistiram a toda aquela carne pendente e atacaram, de verdade, as vestes da celebridade logo que ela desceu da limousine.
Foto: Associated Press/ Peter Kramer
Posted by Picasa

SASSARICANDO- VIRGÍNIA LANE

Virgínia Lane- nome artístico para Virgínia Giaccone- é uma atriz, cantora e ex-vedete carioca que começou sua carreira como cantora no programa Garota Bibelô, da rádio Mayrink Veiga, em 1935.
Nesta cena do filme Tudo Azul, de 1952, ela expõe, com maestria e personalidade, o seu talento como atriz, cantora e também como "A Vedete do Brasil", título que lhe foi dado pelo Presidente Getúlio Vargas.
Virgínia estava no auge da sua forma.
Fonte: YouTube/Canal Memória

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

ELEITORES DO BRASIL: ÀS URNAS!

1950, 3 de outubro. Há 60 anos o povo brasileiro saía às ruas para eleger um novo Presidente dos Estados Unidos do Brasil (1946/1967). Cristiano Machado (PSD), Eduardo Gomes (UDN), Getúlio Vargas (PTB) e João Mangabeira (PSB) disputavam a preferência popular.
Na época os próprios partidos produziam e distribuíam as cédulas para os eleitores. Esses apenas as depositavam nas urnas.

Com 48, 7% dos votos contra 29,7% dos votos para o segundo colocado, Getúlio Vargas voltou à presidência do Brasil após ter renunciado em 1945, durante o seu primeiro mandato que durou 15 anos.
Origem da Foto: Almanaque Folha de São Paulo
Posted by Picasa

ALAOR

Fiquei muito triste ao ver a foto de Alaor Lima da Silva estampada no jornal O Minuano. Eu tinha uns 11 anos quando o conheci, perambulante pelas ruas da cidade. Pois há quase dois meses ele deixou para trás esta vida e foi alegrar os anjos, quiçá em um plano de vida superior.
Em http://auxiliadora1976.blogspot.com/2008/01/alaor.html escrevi sobre o Alaor, uma figura folclórica de Bagé, RS.

domingo, 12 de setembro de 2010

DANDO CHANCE PARA O AZAR

No Marrocos uma disputa de pênaltis entre o Maghreb de Fès e o FAR de Rabat pelas oitavas-de-final da Copa do Rei transformou o goleiro Khalid Askri, do FAR, de herói em vilão em apenas 3 segundos. O jogo terminou empatado em 1 a 1 e a vaga foi para os pênaltis. O goleiro do FAR de Rabat, pegou uma cobrança e foi comemorar, mas não percebeu que a bola ganhou efeito e acabou entrando quando ele estava de costas, vibrando... No final, o Maghreb de Fès acabou vencendo a disputa por 7 a 6 e a vibração se transformou [num instante] em decepção.
YouTube/nikleonel

NIGHTWISH- NEMO

NIGHTWISH é uma banda finlandesa formada em 1996. O sucesso de "Nemo", logo no primeiro dia do seu lançamento, resultou no Disco de Ouro. Duas semanas mais tarde, com 10.000 cópias vendidas [só] na Finlândia, eles ganharam o Disco de Platina.
A música também chegou ao primeiro lugar nas paradas de sucesso da Hungria, e esteve entre as primeiras na Alemanha, Eslovênia, Grécia e Noruega. No Reino Unido, depois de uma passagem sem muito destaque em 2004, voltou [em 2008] e chegou a figurar em oitavo lugar.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

BAGÉ, 7 DE SETEMBRO DE 2010

2010, 7 de setembro. À tarde, 8 mil alunos dos ensinos infantil, fundamental e médio de 70 escolas participaram da Caminhada Cívica, em Bagé, RS.
As escolas do município levaram para a avenida Sete de Setembro, tradicional palco dos desfiles da Semana da Pátria, o tema "Arroios de Bagé: Do Pranto ao Encanto. Qual a Minha Responsabilidade?"
"Alunos apresentaram faixas, conclamando a população para apoiar a preservação e manter a limpeza recém-feita nos arroios Bagé, Perez e Tábua. O assoreamento e os entulhos jogados pelos moradores, causaram as enchentes que deixaram centenas de desabrigados e desalojados em novembro de 2009 e janeiro deste ano."
Correio do Povo, 08/09/2010.

Os desfiles em comemoração ao 7 de Setembro foram abertos pelos militares das quatro unidades do Exército sediadas em Bagé (o 3º BLog, o 25º GAC, o 3º RCMec e o QG). O destaque foi a presença de João Francisco da Silva (86 anos), ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira, último remanescente [da região da Campanha] de uma turma de 33 heróis. Ele disse que estava feliz, mas ao mesmo tempo lembrava [com tristeza] dos camaradas já falecidos: "Quando começamos a participar dos desfiles militares, após retornarmos da guerra, éramos 33 ex-combatentes em Bagé."

Fotos: Francisco Bosco
Posted by Picasa

O ASSASSINATO DO ARQUIDUQUE FRANCISCO FERDINANDO

1914, 28 de junho. Era uma data comemorativa, pois marcava o primeiro ano do final da segunda guerra dos Bálcãs, cujo resultado significou, para os sérvios, uma vingança contra os turcos e o fim da escravidão de mais de 500 anos. "Portanto não seria um bom dia para Francisco Ferdinando, o novo opressor, se aventurar às portas da Sérvia para uma demonstração da força militar que nos mantinha sob constante ameaça. Nossa decisão foi tomada de forma imediata. Morte ao tirano!"- declarou Borijove Jevtic, um dos 22 conspiradores envolvidos no assassinato do arquiduque, e que foi preso pouco depois do atentado em Sarajevo. Ele foi colocado na cela vizinha à de Gavrilo Princip, o autor dos disparos.
Um recorte do jornal croata Srobobran, enviado por um grupo de terroristas de Zagreb a seus camaradas de Belgrado, destacava o telegrama que chegara de Viena, cujo teor confirmava a presença do arquiduque austríaco Francisco Ferdinando em Sarajevo, capital da Bósnia.O objetivo da visita, marcada para o dia 28 de junho, seria observar e/ou dirigir manobras militares nas montanhas dos arredores.

"O papel chegou ao nosso ponto de encontro, o café Zeatna Moruana, no fim de abril. Sentados a uma pequena mesa, sob a luz de um lampião, vimos a mensagem. Uma data escrita nela foi suficiente para uma decisão unânime sobre o que fazer."

Para saber mais detalhes sobre o incidente que serviu como pretexto para o início da I Guerra Mundial, consulte a Wikipédia e O Estopim.
Posted by Picasa

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

GRÊMIO, SUPER CAMPEÃO ESTADUAL DE 1962

"O Grêmio saiu para fazer outra excursão à Europa e o Internacional concentrou-se no Gauchão. Foi vencendo, vencendo e amealhando pontos de vantagem sobre o Tricolor. De repente, faltando cinco jogos para o fim do campeonato, o Inter viu-se lá na frente na tabela, com cinco pontos a mais do que o arqui-inimigo. A 11 de novembro, o Grêmio perdeu mais um ponto ao empatar em 2 x 2 com o Cruzeiro, na Montanha. A diferença a favor do Inter poderia ficar em seis pontos, a três jogos do Grenal. Mas o Colorado surpreendeu seus torcedores e foi derrotado no mesmo dia pelo Guarany, em Bagé, por 2 x 0."

Blog do David Coimbra, ClicRBS


"Em 9.12.1962, o Grêmio jogaria fora de casa contra o Pelotas, e, o Inter com 4 pontos de vantagem sobre o rival, enfrentaria o Aimoré nos Eucaliptos, precisando só de um empate para ser bi-campeão. Confiantes na vitória, os colorados traçaram um plano cruel para humilhar o adversário. Antes dos jogos, levaram um caixão de defunto para a saída da Ponte do rio Guaíba. A idéia era bloquear a ponte quando o ônibus do Grêmio chegasse e obrigar o time a acompanhar o próprio enterro. O ônibus, lotado de jogadores mal-humorados e resmungantes, teria de seguir por intermináveis quilômetros um féretro azul, lento e debochado. No momento do embarque da delegação, o técnico gremista Sérgio Moacir reuniu os jogadores e jurou: 'Se vocês me derem a vitória em Pelotas eu lhes darei o campeonato'. Paulo Lumumba, e Carlos Froner (técnico), ex-gremistas e emprestados ao Aimoré, magoados pela rejeição sofrida nos Eucaliptos, juravam vingança ao Colorado. O Gauchão pegava fogo nos momentos finais. O Aimoré venceu por 3x1 o Internacional nos Eucaliptos, com 2 gols de Paulo Lumumba. Em Pelotas, os gremistas faziam a sua parte vencendo o Pelotas por 4 x 0. Restava, agora, apenas o Gre-Nal. Se o Grêmio vencesse, a dupla terminaria empatada em pontos e teria que decidir em partida extra, um supercampeonato. Se o Inter vencesse ou empatasse, conquistaria o bi. E o feitiço se vira contra o feiticeiro. A lembrança da virada no último Gre-Nal de 1961, a tradição de vitórias do adversário, os últimos fracassos, cada detalhe servia para abalar a fé dos colorados. Em 16.12 o Grêmio venceu por 2 x 0, com dois figurantes roubando a cena : o ponta-direita Marino, autor dos gols, e o ponta-esquerda Ivo Diogo, ex-jogador do Inter, um dos melhores em campo. O Grêmio saiu dos Eucaliptos, certo que reconquistaria o título. E em 7 de fevereiro de 1963, com dois gols de Ivo Diogo, um de Joãozinho e um de Vieira, o Grêmio venceu por 4 x 2, descontando Flávio e Soligo para o colorado. Grêmio era supercampeão e este campeonato marcou o início do heptacampeonato gremista."

Histórias do Gre-Nal


Pois esta é do tempo em que os times daqui só ganhavam campeonato gaúcho.

Dirigentes e atletas campeões de 1962. A partir da esquerda, de pé- Dr. Pedro da Silva Pereira (Presidente), Luiz Carvalho (Vice-Presidente de Futebol), Valério, Renato, Sérgio, Jorge, Ortunho, Altemir, Airton, Almir, Mourão, Irno, Henrique e Dr. Jairo Cruz (médico); agachados- Sérgio Moacir (técnico), Dico (massagista auxiliar), Adroaldo, Tesourinha II, Marino, João Severiano, Juarez, Milton, Fernando, Gilnei, Vieira e Ataíde Carvalho (massagista).
Origem da foto: http://www.torcedor.gremista.nom.br, Álbum Grêmio Supercampeão 1962 (que pertencia ao ex-presidente Pedro S. Pereira).
Posted by Picasa

O CERCO DE BAGÉ

Novembro de 1893. Os republicanos, comandados pelo general Carlos Silva Teles, buscaram abrigo Catedral de São Sebastião. A Praça da Matriz, em frente à igreja, foi o ponto de resistência dos picapaus durante os 47 dias do cerco de Bagé. “Os federalistas invadiram a cidade, liderados pelo Joca Tavares, militar e estancieiro local. Os republicanos ergueram trincheiras aqui na frente e na volta da praça. Havia até canhões. O templo virou hospital improvisado e cemitério para os mortos em combate”, relatou [em 2009] o padre Olindo Carlini, para o jornal Gazeta do Sul, de Santa Cruz do Sul, RS.

A matéria é parte de um dos fascículos da série "Rio Pardo 200 anos, Uma Luz para a História do Rio Grande", produzidos pelo jornal, em homenagem à histórica cidade gaúcha.

Abaixo, reproduzo parte da narrativa:

"Joca Tavares conduziu os 3 mil federalistas que tentaram de todos os lados tomar a Rainha da Fronteira. Com mais de 20 mil habitantes na época, a cidade também era terra dos Silveira Martins, sede do Partido Federalista e foco da conspiração. Por abrigar uma guarnição militar e a estrada de ferro em direção a Rio Grande, Bagé tinha valor estratégico para os dois lados da revolução. Por isso a invasão rebelde e a resistência republicana nas trincheiras da Praça da Matriz.

'Ilhados, os republicanos não tinham mais o que comer nos dias finais do cerco. Até a água era escassa. Os feridos morriam porque não havia como tratá-los dentro da catedral', revela o padre Carlini. O historiador Cláudio Moreira Bento confirma.

Segundo ele, os sitiados passaram sede e fome tendo, inclusive, que sacrificar gatos, cães e cavalos para sobreviver.
Figos crus e caruru cozido na água com sal foram outras alternativas para evitar mais mortes. De fato, o terror esteve presente como mostram as fotos do acervo do Museu Dom Diogo de Souza. Nas ruas, hoje comerciais, aparecem os mesmos casarões. Porém sem as trincheiras, canhões e gaúchos de armas em punho daqueles 47 dias."

Foto: acervo do Museu Dom Diogo de Souza
Fonte: jornal Gazeta do Sul, Santa Cruz do Sul, RS

Posted by Picasa

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

APROVEITANDO O QUE RESTA DO VERÃO

Em algum lugar da Rússia

Elas que aproveitem bem, porque daqui a uns dias tudo retorna ao normal por lá, com temperaturas capazes de esgaçar a escala negativa do termômetro.

O cachorrinho, que não é bobo, também queria entrar na "luta" das beldades que uniram o útil ao agradável ao se engalfinharem na lama.

Agradável, por motivos óbvios; útil, porque essa lama [provavelmente] tem propriedades medicinais que vão ajudá-las a combater a artrite, a gota, o reumatismo, a psoríase, a dermatite seborréica, a acne, as manchas da pele e, principalmente, especialmente, particularmente, secretamente, e outros [termos com a terminação] "mente", as rugas e a celulite.
video
Fonte: LiveVídeo

terça-feira, 7 de setembro de 2010

HÍBRIDO

Parece fotoshop, mas não é. Este potro, com pinceladas de zebra, mora num parque-zoológico em Schloss Holte-Stukenbrock, na Alemanha.

O cruzamento entre a égua Eclipse e uma zebra, chamada Ulysses, ocorreu quando Eclipse foi, a passeio, a uma fazenda na Itália. Lá teve contato com outros cavalos e algumas zebras, e caiu de amores por Ulysses.

Quando voltou para casa deu a luz a um híbrido que ganhou um nome que é [mais ou menos] a mistura do nome dos seus pais: Eclyse.
Foto: Reuters
Posted by Picasa

CANNABIS

Notícias RTP/Lisboa, Portugal

"Um estudo de investigadores britânicos conclui que o consumo de cannabis pode aumentar em 41% o risco de psicoses. Os cientistas verificaram que o uso esporádico desta droga representa um risco acrescido de surgimento tardio de problemas mentais. A cannabis é a droga mais usada pelos jovens europeus, e em todo o mundo há mais de 159 milhões de consumidores."

Isto explica o comportamento de uns e outros por lá [e por aqui].

ANGEL- KATHERINE JENKINS


Tema de Ricardo (Humberto Martins) e Vitória/Viviane (Nathalia Dill) em "Escrito nas Estrelas". Novela das 18:00 h, Rede Globo/2010.

MARAGATO

Maragato. [Do esp. uruguaio maragato.] S. m. Bras., RS. 1. Participante da Revolução Federalista de 1823, chefiada por Silveira Martins (1834-1901), contrário ao partido então dominante, cujo chefe era Júlio de Castilhos (1860-1903). 2. Adepto desse movimento e dessa política. 3. Participante do movimento da Aliança Libertadora de 1923, liderado por Assis Brasil (1857-1938), infenso ao partido do então presidente do RS, Borges de Medeiros (1863-1961).

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 1. ed. Rio de Janeiro: J.E.M.M. Editores Ltda, 1975. 1500 p.

Nosso amigo Solismar, o porteiro, trabalhou de "Maragato" durante o 7 de Setembro, e diz que vai ser assim até o dia 20. Desta vez ele veio de auto, mas para o dia da Revolução Farroupilha já está preparando o seu melhor animal, pois pretende vir vestido a rigor e a cavalo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

PRA BAILAR DE COLA ATADA- CÉSAR OLIVEIRA & ROGÉRIO MELO

Fonte: YouTube


De vereda me acomodo
Se de um baile sinto o cheiro
Sacudo o pó da mangueira
Lá no açude do potreiro

Encharco de amor gaúcho
A estampa de um peão campeiro
Porque sei que na minha terra
Dá pra confiar nos gaiteiro

Pra bailar de cola atada
Campeio a volta no mouro
E um par de estrelas prateadas
Saio beliscando o couro

Levo na alma a esperança
De hoje enfrena um namoro
E um trezoitão das confiança
Pra causo algum desaforo

E um trezoitão das confiança
Pra causo algum desaforo

Vou tirar a china mais linda
Pra bailar de cola atada
E se não souber dançar
Ensino e não cobro nada
Depois que meto o cavalo
Seja lá o que deus quiser
Pois sou do tempo em que os homens
Ainda gostavam de mulher

A cordeona dá um gemido
A porvadeira levanta
E eu já de pala encardido
Arrasto o pé na bailanta

Vou coxixando no ouvido
Meus segredos pra percanta
E bem campante convido
Pra tomar um samba com fanta

Se debrucemo na copa
E ali troquemo uns carinho
Com juras de amor eterno
Ninguém quer morrer sozinho

Não me tenteia morena
Porque tu és flor cheia de espinho
E eu tô louco de vontade
De te arrastar pro meu ninho
E eu tô louco de vontade
Te arrastar pra o meu ninho

Vou tirar a china mais linda
Pra bailar de cola atada
E se não souber dançar
Ensino e não cobro nada
Depois que meto o cavalo
Seja lá o que deus quiser
Pois sou do tempo em que os homens
Ainda gostavam de mulher

PRA BAILAR DE COLA ATADA- César Oliveira & Rogério Melo

PARA PEDESTRES E... CAVALOS?

2010, 06 de setembro. Ainda não estamos na Semana Farroupilha, mas bastou entrar o mês de setembro para os cavaleiros riograndenses tirarem seus bichinhos da cocheira.
Este aí, flagrado na Rua Tiradentes, em Pelotas [RS] junto ao muro de uma escola, esqueceu de dizer ao seu cavalo que a calçada ainda é só para os pedestres.
Posted by Picasa

NATALIE PORTMAN


LÉON- THE PROFESSIONAL

Em Nova York o assassino profissional Léon (Jean Reno) não vê sentido na vida. Quando a família vizinha é morta por policiais envolvidos com drogas ele decide proteger Mathilda (Natalie Portman), uma menina de 12 anos que é a única sobrevivente da família. Ela deseja se tornar uma assassina, para poder vingar a morte do seu irmão de 4 anos. Enquanto ela cuida da casa e ensina o pistoleiro a ler e a escrever, ele lhe ensina o básico de como manejar uma arma.
Esse filme, produzido em 1994, marcou a estréia de Natalie Portman, atriz israelense (Jerusalém, 09/06/1981), então com 12 anos, que hoje é atriz, diretora e produtora de cinema.

Dez anos depois, pelo trabalho realizado em "Closer" (Perto Demais), ela ganhou o Globo de Ouro e recebeu indicação para o Oscar, como atriz coadjuvante, em 2005.



FILMOGRAFIA

Ano

Título

Personagem

1994

Léon (The Professional)

Mathilda

1995

Heat

Lauren

1996

Beautiful Girls

Marty

Mars Attacks!

Taffy Dale

Everyone Says I Love You

Laura Dandridge

1999

Star Wars Episode I: The Phantom Menace

Padmé Amidala

Anywhere But Here

Ann August

2000

Where the Heart Is

Novalee

2001

Zoolander

Natalie Portman

2002

Star Wars: Episode II Attack of the Clones

Padmé Amidala

2003

Cold Mountain

Sara

2004

Garden State

Sam

Closer

Alice/Jane

2005

Star Wars Episode III: Revenge of the Sith

Padmé Amidala

Free Zone

Rebecca

2006

V for Vendetta

Evey

Paris, je t'aime

Francine

Goya's Ghosts

Inés

2007

Mr. Magorium's Wonder Emporium

Molly

The Darjeeling Limited

Ex-namorada de Jack

My Blueberry Nights

Leslie

2008

The Other Boleyn Girl

Anne Boleyn

2009

New York, I Love You

Rifka Malone

Brothers

Grace Cahill

Love & Other Impossible Pursuits

Emilia Greenleaf

2010

Hesher

Nicole

Black Swan

Nina

2011

Your Highness

Isabel

Thor

Jane Foster

Wikipédia