sábado, 4 de agosto de 2012

A ORIGEM DO CIFRÃO

Em vários países as moedas têm uma representação gráfica composta por uma inicial que identifica sua denominação e um símbolo conhecido como cifrão, representado assim: $. Dizem que o cifrão foi inventado no século VIII pelo general Táriq-ibn-Ziyád que comandou a invasão árabe à Península Ibérica. O general teria partido da Arábia e atravessado todo o norte da África até cruzar o Estreito de Gibraltar e chegar à Espanha. Em comemoração à sua vitória, teria mandado cunhar moedas com uma representação gráfica em forma de "S", demonstrando o quão tortuoso teria sido seu caminho.

Segundo a mitologia grega, Héracles (Hércules), ao realizar um dos seus 12 trabalhos, teria rachado uma montanha ao meio, criando o Estreito de Gibraltar que liga o Mar Mediterrâneo ao Oceano Atlântico. Assim, o rochedo de Gibraltar, no lado europeu, e o Monte Hucho, no lado africano, receberam a denominação de "Colunas de Hércules". Tendo cruzado o Estreito de Gibraltar, ou seja o estreito das Colunas de Hércules, chegando, por fim, à Península Ibérica, Táriq aperfeiçoou a ideia do "S", mandando grafar sobre ele duas colunas paralelas, no sentido vertical, representando as Colunas de Hércules e o feito que conseguira realizar ao cruzar o estreito, representando dessa forma sua força, poder e perseverança para concluir a jornada.

Há controvérsias, no entanto, quanto à verdadeira origem do cifrão que apontam para [outras] várias versões. O jornalista Emiliano Urbim, por exemplo, editor da revista Superinteressante entre outubro de 2008 e março de 2011, deu a entender, em sua matéria Dicionário Visual, de setembro de 2009, que a versão acima é falsa e escreveu o seguinte sobre a verdadeira origem do cifrão:
"A explicação mais aceita é de que o cifrão é o resultado da evolução da abreviação para pesos: Ps. Com o tempo, o S foi aumentando e migrando para cima do P, surgindo assim um equivalente do $."
E mostrou, num desenho semelhante a este aí abaixo, como teria sido a mudança paulatina.

E acrescentou que em Portugal e no Brasil, o cifrão costumava ter dois traços, mas com o advento do computador, cujas fontes se originam do inglês americano, cifrão com dois traços por aqui só se for na escrita a mão.

¿Quem se habilita a concluir de onde se originou, de verdade, o cifrão?

Nenhum comentário: