domingo, 3 de fevereiro de 2013

HÁ 30 ANOS NO OLÍMPICO MONUMENTAL



Porto Alegre, 30 de janeiro de 1983 - domingo. O Grêmio tinha contratado dois grandes jogadores para reforçar o time na campanha da 24ª edição da Taça Libertadores da América que começaria no mês de março. O técnico Valdir Espinosa promoveu a estreia de ambos neste jogo aí [destacado na página de esportes do jornal Zero Hora do dia seguinte]. Osvaldo, com a camisa 8, e Tita, com a 10 - meia-atacante e meia-armador, respectivamente - formaram o meio-de-campo com China que era o centro-médio com a camisa 5.
Em Porto Alegre, a passeio, meu irmão e eu, acompanhados e ciceroneados pelo meu padrinho, Ten. Olinto Gonçalves - de saudosa memória -, fomos assistir ao amistoso Grêmio x Ponte Preta, cuja importância seria nenhuma se não fosse o fato de esse ter sido o primeiro [e único] jogo que eu assisti no Olímpico Monumental.
Para nós ficou na história. E é possível que no plano de fundo da foto acima, entre o Dicá (10) e o Tita, lá estivéssemos, meu irmão, meu padrinho e eu.


Colaboração sine qua non: Maurício Fontana
Imagem: jornal Zero Hora - página 55, 31/01/2013.  

Um comentário:

Mauricio Fontana disse...

Inesquecível. A versão em papel já está devidamente salva também. Em tempo, acho que nem que eu fosse um torcedor da Ponte fanático eu conseguiria essa coincidência: assistir casualmente vinte e dois anos depois (2005) outro "clássico" Grêmio X Ponte Preta numa tarde de sábado ensolarado em que eu estava em Porto Alegre (não lembro se era pela Copa do Brasil ou pela 2ª divisão do camp. brasileiro). E foram os únicos dois jogos que eu já assisti do Grêmio no Olímpico até hoje. E pelo jeito vai ficar por ai.