quarta-feira, 15 de outubro de 2014

TRABALHANDO NA ISS QUEST

2014, 09 de outubro. Tendo a Terra como plano de fundo, os astronautas Reid Wiseman, da NASA, e Alexander Gerst (que aqui não aparece), da Agência Espacial Europeia, efetuam, entre outras atividades, um reparo em uma bomba de refrigeração do sistema da Estação Espacial Internacional Quest.
Foto: NASA/REUTERS
O trabalho fora do módulo Quest (Joint Airlock Module) durou 6 horas e 13 minutos e se constituiu no primeiro dos três passeios espaciais programados para a tripulação da Expedição 41 - atual missão na Estação Espacial Internacional, que iniciou em setembro de 2014, com término previsto para março de 2015.
Fonte: The Telegraph

terça-feira, 14 de outubro de 2014

ARY RONGEL

Construído na Noruega pela companhia Georg Eides Sonner AS, com sede em Hoylandsbygd/Hordaland, e lançado em 22 de janeiro de 1981, o navio oceanográfico Polar Queen, pertencente à empresa norueguesa G. C.Rieber Shipping A/S, de Bergen, executou serviços de apoio logístico no Mar do Norte e na Antártida, além de pesquisas sobre focas nas regiões austrais até meados de 1994.

O Polar Queen foi adquirido pelo Brasil e rebatizado como Ary Rongel, em homenagem ao hidrógrafo [autodidata] Ary dos Santos Rongel (1897-1978). Em 25 de abril de 1994 foi incorporado como substituto ao Barão de Teffé (H-42). Desde então o NApOc Ary Rongel (H-44) passou a se constituir em importante peça de apoio para as atividades relacionadas ao Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), mais especificamente à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) e suas extensões antárticas. Contribui ainda com a coleta de dados meteorológicos, hidrográficos e oceanográficos relacionados aos projetos científicos da PROANTAR e às atividades desenvolvidas pelo Centro de Hidrografia da Marinha (CHM). A tripulação é composta por até 72 homens (19 oficiais e 53 praças) e uma equipe de 22 cientistas.
Foto: Marinha do Brasil (2010)
Com 75,32 m de comprimento por 13,06 m de boca (largura máxima) e 6,20 m de calado, o Ary Rongel tem dois motores diesel Krupp-Mak 6M453Ak de 6 cilindros e é capaz de deslocar 3.600 toneladas e gerar 4.500 bhp (potência medida sem considerar-se as perdas causadas pela caixa de câmbio e demais componentes do motor).

Os motores são acoplados a um eixo protegido para navegação no gelo, composto por uma hélice chamada “hélice de passo controlável”, onde é possível promover-se uma mudança no ângulo das suas pás, em pleno movimento. O objetivo é proporcionar o melhor desempenho para uma particular condição de navegação.

À velocidade constante de 12 nós (a máxima é de 14,5 nós) e com um tanque para 790 toneladas de combustível e 60 dias de autonomia, o Ary Rongel é capaz de cobrir 17.000 milhas náuticas. A embarcação conta também com um sistema computadorizado de correção dinâmica de posição, composto por dois pares de propulsores acionados por motor elétrico - muito usados para atracar um navio lateralmente - chamados bow-thrusters(um de cada lado da proa) e stern-thrusters (um de cada lado da popa).

Outras características e equipamentos do Ary Rongel, cujo código internacional de chamada é PWAR:
  • 3 geradores de 200 kW;
  • 2 radares de navegação;
  • 1 porta de carga lateral 3,5 x 3 m;
  • 1 porta de carga lateral 2,75 x 2,5 m;
  • 1 guindaste com capacidade para 6 toneladas;
  • 1 guindaste do tipo “pau de carga” - para elevação e movimentação de materiais pesados até 25 toneladas;
  • 2 porões com capacidade de carga total de 1.760 m³;
  • 2 helicópteros Hélibras UH-12/13 Esquilo;
  • Convôo capaz de suportar aeronaves de até 5,8 toneladas.

Desde a sua incorporação à Marinha do Brasil até hoje, o Ary Rongel já realizou mais de vinte operações de apoio a projetos científicos entre o sul da América do Sul e continente antártico.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

JOE 90

Criada em 1960 pelo casal Gerry & Sylvia Anderson, "Joe 90" é uma série britânica de ficção científica filmada e produzida pela Century 21 Productions e pela Incorporated Television Company, e feita exclusivamente com marionetes.

Joe McClaine é um menino de 9 anos de idade que começa uma vida dupla depois que seu pai, que é cientista, inventa um dispositivo denominado BIGRAT (Brain Impulse Galvanoscope Record and Transfer) capaz de copiar e transferir ao cérebro humano uma quantidade significativa de conhecimentos e experiências. Através de um processo de transferência de dados, ele se transforma em um menino super-dotado, adquirindo conhecimento acadêmico avançado e, principalmente, habilidades militares. Então é recrutado, como agente especial - um James Bond mirim -, pela Rede Mundial de Inteligência (WIN), cujo objetivo é salvar vidas humanas e manter a paz mundial.


YouTube/José Maria Gobbo

Composta por 30 episódios, a série foi exibida no Reino Unido entre setembro de 1968 e abril de 1969. Essa, e outras séries filmadas com bonecos, foram exibidas no Brasil ainda no começo da década de 70. Quem [era guri e] morava no Rio Grande do Sul, na época, pôde acompanhar "Joe 90" pela TV Difusora, canal 10, de Porto Alegre.


terça-feira, 7 de outubro de 2014

COMEMORANDO A VITÓRIA

Estes caras aí fizeram parte da 3ª Companhia de Comando, 11º Regimento de Infantaria (Regimento Tiradentes, de São João del Rei, MG), mais conhecido como Onze, da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que combateu na Itália durante a Segunda Guerra Mundial.
Foto do acervo familiar do Cabo Jorge Nalvo, expedicionário da FEB. Fonte: Estadão
O registro fotográfico é comemorativo ao fim das ações bélicas na frente italiana, em 02 de maio de 1945.

O Onze e o Sampaio - 1º Regimento de Infantaria  (Regimento Sampaio, do Rio de Janeiro, GB) - constituíram o 1º escalão de combatentes brasileiros a se deslocar para o teatro de operações de guerra na Europa, em julho de 1944.