terça-feira, 14 de julho de 2015

TERREMOTO NA COSTA OESTE DA AMÉRICA DO NORTE


“Comece a correr quando os cães começarem a latir. Fuja a pé, pois as estradas vão sumir do mapa.”. Assim recomendam os geógrafos, referindo-se a um provável terremoto que poderá atingir a costa oeste da América do Norte, desde o Cabo Mendocino, na Califórnia, até a ilha de Vancouver, na Colúmbia Britânica (Canadá).


O terremoto, previsto para 9 graus na escala Richter, se ocorresse agora, viria com um atraso de 72 anos e geraria um tsunami com ondas que chegariam a 60 metros de altura.

Especialistas da área dizem que as pessoas têm 20 minutos para fugir – ou seja, melhor ficar onde estão - quando a placa Juan de Fuca, que abrange 700 milhas de oceano, deslizar sob a região.

O inútil alerta vale para a população litorânea da Califórnia, do Oregon e de Washington (Estados Unidos) e da Colúmbia Britânica (Canadá).

Nenhum comentário: