segunda-feira, 6 de junho de 2011

PERIGO NO AR

Foto AFP/GETTY

2011, 04 de junho. O complexo vulcânico Puyehue, no sul do Chile, entrou em erupção, lançando fumaça e cinzas para o céu. Mais de 3.500 pessoas que vivem nas proximidades tiveram que abandonar suas casas.
As autoridades chilenas, inicialmente, disseram que a erupção era no vulcão Puyehue. Mais tarde, porém, constataram que a erupção estava ocorrendo cerca de 4 Km adiante do pico da montanha. A coluna de fumaça, gás e cinzas chegou à altura de 9.600 metros, abrangendo, já no nascedouro, 4.800 metros de diâmetro.
Previdentes, as companhias aéreas argentinas suspenderam seus vôos entre Buenos Aires, San Carlos de Bariloche, Neuquén e Rio Gallegos, pois as cinzas vulcânicas, compostas por partículas minerais com cerca de 2 mm de diâmetro, misturadas a nuvens de vapor d’água e gases tóxicos de diversos tipos, tornam-se ácidos de efeitos corrosivos perigosos, podendo corroer qualquer tipo de estrutura de aeronaves, além de contaminar o interior das mesmas.
Para piorar, em contato com os motores dos aviões, os quais à velocidade de cruzeiro atingem temperaturas em torno de 700 ºC, as cinzas vulcânicas se transformam em uma mistura pastosa, aderindo aos componentes dos mesmos. O resultado não é nada menos do que um desastre.
Posted by Picasa

Nenhum comentário: