quarta-feira, 20 de julho de 2011

A CORRIDA ESPACIAL VII - A ÁGUIA POUSOU

1969, 14 de janeiro. Às 07:30 h GMT foi lançada do complexo de Baikonur a Soyuz IV, tendo a bordo o cosmonauta Vladimir Shatalov (Petropavlovsk/Kazaquistão, 08/12/1927). No outro dia, exatamente às 07:04:57 h GMT, subiu a Soyuz V, levando em sua célula de sobrevivência os cosmonautas Boris Volynov (Irkutsk/Rússia, 18/12/1934), Alexei Yeliseyev (Zhizdra/Rússia, 13/07/1943) e Yevgeny Khrunov (Prudy/Rússia, 10/09/1933 – Moscou/Rússia, 19/05/2000). O objetivo das missões era realizar um acoplamento com troca de tripulação, com experiências que incluíam correções de órbita, orientações manuais, observações geográficas e geológicas e outros experimentos científicos e investigações biomédicas.Não fosse um defeito no sistema de retro-foguetes da Soyuz V, que quase causou a morte de Boris Volynov, a missão teria sido perfeita.Os soviéticos anunciaram o feito como se tivessem desenvolvido a primeira estação espacial da humanidade. Todavia já enfrentavam enfrentavam problemas insolúveis com seu foguete N-1, equivalente ao americano Saturn V, e já não tinham mais condições de alcançar os americanos na corrida para a Lua.
1969, 03 de março. Lançamento da missão Apollo IX, que realizou o primeiro teste do módulo lunar (LEM - Lunar Excursion Module). A tripulação era constituída por James A. McDivitt (Chicago/Illinois/EUA, 10/06/1929), David R. Scott (San Antonio/Texas/EUA, 06/06/1932) e Russell Schweickhart (Neptune/New jersey/EUA, 25/10/1935).
Os astronautas testaram todos os sistemas de bordo do módulo lunar e realizaram diversos encontros espaciais, acoplamentos com o módulo de comando Apollo e transferências de tripulação. Num dos testes, o módulo lunar se distanciou a mais de 160 km da Apollo IX. Depois conseguiu realizar o acoplamento sem problemas.
Também foram testados novos trajes espaciais e unidades de suporte à vida, em caminhadas espaciais com cerca de 1 hora de duração.
Foi o primeiro teste conjunto, em órbita terrestre, do Saturno V, da nave Apollo e do módulo lunar. Em 10 dias foram realizadas 162 órbitas terrestres. O módulo de comando foi recuperado normalmente, juntamente com a sua tripulação. A Apolo IX não se dirigiu à Lua, mas engatilhou os equipamentos que deveriam suportar os astronautas americanos numa futura missão para a Lua.
1969, 18 de maio. Um foguete Saturno V lançou a missão Apollo X, que se constituiu num ensaio geral para a descida do homem à Lua. A nave Apollo, tripulada por Thomas P. Stafford, John W. Young e Eugene A. Cernan (Chicago/Illinois/EUA, 14/03/1934), orbitou a Terra duas vezes, com o módulo lunar acoplado, e dirigiu-se rumo à Lua. Após entrar em órbita lunar, Stafford e Cernan entraram no módulo lunar, desacoplaram e realizaram todas as manobras necessárias para a alunissagem.Quando chegaram a cerca de 12 km da superfície lunar, retornaram para a órbita lunar, e voltaram a acoplar-se ao módulo de comando da Apollo X. Foram realizadas 31 órbitas lunares. Na volta, após 8 dias, a nave foi recuperada normalmente.

1969, 16 de julho. Um foguete Saturno V impulsionou a nave Apollo XI, tripulada por Neil Armstrong (Wapakoneta/Ohio/EUA, 05/08/1930), Edwin Aldrin Jr. (New Jersey/EUA, 20/01/1930) e Michael Collins (Roma/Lácio/Itália, 31/10/1930) para fora da órbita terrestre. Já na órbita da Lua, foi realizado o desacoplamento entre os módulos de comando (com Michaell Collins) e o módulo lunar (com Neil Armstrong e Edwin Aldrin). O módulo lunar pousou no Mare Tranquillitatus (Mar da Tranqüilidade) no dia 20 de julho, às 15:17. A notícia foi transmitida imediatamente: "A Águia pousou".

Recuemos à tarde de 20 de julho de 1969:
Dois astronautas da Apollo 11 em um pequeno veículo de aterrissagem lunar têm apenas uma chance de aterrissar na Lua em segurança. Seu radar de pouso está com defeito, e o computador de orientação está levando a nave a um campo repleto de rochas. O comandante assumiu o controle manual da espaçonave e está tentando encontrar lugar seguro para pousar. Restam poucos segundos de combustível. Caso o combustível se esgote antes do pouso, a consequência será uma queda desastrosa, a morte dos astronautas e o fracasso da missão.
HOUSTON: 30 segundos [de combustível restante].
EAGLE: Luz de contato! OK, desativando os motores... desligando o controle geral do propulsor de descida...
HOUSTON: Afirmativo, Eagle.
EAGLE: Houston, Base Tranquilidade, aqui. O Eagle [águia] pousou!
HOUSTON: Entendido, Tranquilidade. Recebemos bem aqui de baixo. O pessoal aqui estava de respiração presa. Mas agora todos voltamos a respirar. Muito obrigado.
(http://ciencia.hsw.uol.com.br/corrida-espacial.htm">http://ciencia.hsw.uol.com.br/corrida-espacial.htm)

Cerca de 6 horas após o pouso, Armstrong desceu da nave e tornou-se o primeiro homem a pisar na Lua, proferindo sua célebre frase: "Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande passo para a humanidade". A seguir, Aldrin também pisou no solo lunar. Pela hora de Brasília, o passeio de Armstrong aconteceu no início da madrugada do dia 21.
O passeio dos astronautas durou cerca de 2 horas e 40 minutos, e nesse período foram recolhidos cerca de 21 quilos de rochas lunares e amostras do solo, e realizadas diversas experiências científicas, entre as quais um sismógrafo e um equipamento de medição (via laser) da distância precisa da Terra à Lua. Os astronautas deixaram na superfície lunar a estação científica ALSEP 11.
O estágio superior do módulo lunar decolou da Lua 21 horas e 36 minutos após o pouso. Os astronautas retornaram à órbita lunar, acoplaram as duas naves, voltaram ao módulo de comando, descartaram o módulo lunar e voltaram para a Terra, onde foram resgatados após um pouso tranquilo no Oceano Pacífico. A duração total da missão foi de 8 dias e 3 horas.
Finalmente, o objetivo traçado pelo presidente John Kennedy em 1961, de lançar uma nave tripulada rumo à Lua e trazer os astronautas de volta em segurança ainda na década de 60, havia sido alcançado.


Apollo 11 bootprint
One of the first steps taken on the Moon, this is an image of Buzz Aldrin's bootprint from the Apollo 11 mission. Neil Armstrong and Buzz Aldrin walked on the Moon on July 20, 1969.
Photo Credit NASA


Os soviéticos lançaram duas naves não tripuladas na mesma época: uma em 13 de julho de 1969 (Luna XV), com uma tentativa mal sucedida de pouso suave, que falhou por erro na programação dos dados ou pane no sistema de direção da nave; outra, a Zond VII, lançada em 08 de agosto de 1969. Esta tinha o objetivo de estudar o espaço circunlunar, obter fotos coloridas da Terra e da Lua de diversas distâncias e testar sistemas de vôo. A Zond VII reentrou na atmosfera terrestre, pousando suavemente no dia 14 de agosto, três semanas após o pouso tripulado da Apollo XI na Lua. Porém, estava claro que os norte-americanos já haviam vencido a corrida para a Lua.

Mas..., até hoje, há quem duvide do feito.

2 comentários:

Luiz Carlos Vaz disse...

Sérgio, minha vó morreu dizendo que era tudo mentira, mas quando havia mudanças bruscas no clima repetia: "Taí, ó, os americanos mexeram no tempo..."

Sérgio M. P. Fontana disse...

Luiz Carlos,
Eu sempre acreditei na versão oficial. De uns anos pra cá, comecei a prestar atenção naqueles que dizem que as viagens à Lua foram f a k e, embora continue pensando que os argumentos daqueles que duvidam do feito norte-americano são inconsistentes, tendendo mais para uma discordância ideológica do tipo não dar o braço a torcer.
Abraço.